FERNANDO DE NORONHA

casas de praia com piscina Natal RN temporada e a venda

FERNANDO de NORONHA

Fernando de Noronha é um arquipélago formado por 21 ilhas e ilhotas, ocupando uma área de 26 km², situado no Oceano Atlântico, a leste do estado do Rio Grande do Norte.

Após uma campanha liderada pelo ambientalista gaúcho José Truda Palazzo Jr., em 1988 a maior parte do arquipélago foi declarada Parque Nacional, com cerca de 8 km², para a proteção das espécies endêmicas lá existentes e da área de concentração dos golfinhos rotadores
(Stenella longirostris), que se reúnem diariamente na Baía dos Golfinhos -
o lugar de observação mais regular da espécie em todo o planeta.
O centro comercial em Noronha é Vila dos Remédios.
O parque nacional é hoje administrado pelo Instituto Chico Mendes de
Conservação da Biodiversidade (ICMBio)

Natal ( 366 km ) e Recife ( 540 km )
Touros, ParaísodoBrasil e Myhouseinparadise ( 362 km )


Fernando de Noronha é um arquipélago vulcânico isolado no Atlântico Equatorial Sul, sendo sua ilha principal a parte visível de uma cadeia de montanhas submersas
(DORSAL MEDIANA DO ATLÂNTICO), situada nas coordenadas geográficas 03 51' sul e 32 25' oeste e distando aproximadamente 345 km do cabo de São Roque no estado do Rio Grande do Norte e 545 km de Recife, em Pernambuco.

Constituído por 21 ilhas, ilhotas e rochedos de natureza vulcânica, tem a ilha principal uma área de 18,4 km2 cujo maior eixo com cerca de 10 km, largura máxima de 3,5 km e perímetro de 60 km.

A base dessa enorme formação vulcânica está a mais de 4.000 metros de profundidade.

A ilha principal, cujo nome é o mesmo do arquipélago, constitui 91% da área total, destacando-se ainda as ilhas Rata, Sela Gineta, Cabeluda, São José e as ilhotas do Leão e da Viúva.

Estudos realizados demonstram que a formação do arquipélago data de dois a doze milhões de anos.

Viajar para Fernando de Noronha pode significar a realização de um sonho para muitas pessoas.

Na Ilha, se tem a sensação de estar em uma parte do Brasil que deu certo, são 17 quilômetros quadrados à 545 km da costa, onde vive uma população de apenas 2.100 habitantes e o turismo é desenvolvido de forma sustentável, criando a oportunidade do encontro equilibrado do homem com a natureza em um dos santuários ecológicos mais importantes do mundo.

Atualmente existem três vôos diários que partem para ilha, dois saindo de Recife e um de Natal, não existem vôos direto de outras cidades porque a Ilha de Fernando de Noronha não tem estrutura para reabastecimento das aeronaves seguirem para outros destinos.
Se você tem a pretensão de conhecer o Arquipélago, você primeiro terá que pegar um vôo da sua cidade até uma dessas duas capitais do Nordeste e depois embarcar para Noronha.


Vegetação Marinha :
Se comparada à costa brasileira, a flora marinha de Fernando de Noronha não apresenta riqueza e diversidade de espécies.

Este fato ressalta a peculiaridade do ecossistema marinho do arquipélago, onde poucas espécies conseguem adaptar-se.

Talvez isto se deva à ausência de nutrientes básicos ao crescimento destas algas, já que correntes quentes empobrecidas de matéria orgânica sejam características de Fernando de Noronha.
Ou seja, só em Noronha você poderá conhecer espécies especificas de animais.


Fauna Terrestre :
A exemplo do que ocorre em outros sistemas insulares oceânicos, a fauna terrestre do Arquipélago de Fernando de Noronha mostra uma fauna exuberante, muito mais rica do que grupos de vertebrados, tais como: anfíbios, répteis e mamíferos, representados por poucas espécies

 

Fauna Marinha :
O Arquipélago de Fernando de Noronha reúne sítios ecológicos específicos para uma fauna marinha exuberante, devido a sua posição geográfica distante do continente e bem no curso da Corrente Sul Equatorial, bem como quanto à natureza dos seus ambientes, fato comprovado em diversos trabalhos de pesquisa.
Vários estudos ao longo dos anos levantaram as ocorrências de moluscos (168 famílias) , crustáceos (72 espécies), além de grande quantidade de peixes ornamentais residentes e cardumes migratórios sazonais.
Alguns merecem seu destaque.

 

GOLFINHOS ROTADORES de FERNANDO DE NORONHA
Comuns em Fernando de Noronha, os golfinhos rotadores (Stenella longirostris), podem ser vistos do mirante da enseada do Carneiro da Pedra, turisticamente conhecida como Baía dos Golfinhos, ou durante um passeio de barco na área próxima à Baia.
Diariamente ao nascer do sol, grupos de golfinhos rotadores deslocam-se para o interior da Baía, uma área de águas calmas e protegidas.

 

TARTARUGAS MARINHAS de FERNANDO DE NORONHA
Duas espécies de tartarugas marinhas freqüentam as águas do arquipélago.
A "tartaruga verde" ou "aruanà" (Chelonia mydas), sobe as praias para desovar entre dezembro e maio, e a "tartaruga-de- pente" (Eretmochelys imbricata), que é uma espécie altamente ameaçada em outras partes do Brasil, devido a pesca para a utilização das vistosas e brilhantes placas de sua carapaça para confecção de armação de óculos, pentes e bijuterias, somente é encontrada em Noronha no ambiente marinho, não subindo às suas praias para desovar.


Preservação do Meio Ambiente
Parque Nacional Marinho desde 1988, abrangendo aproximadamente 70% da área total do arquipélago e administrado pelo IBAMA, foi criado com o objetivo de preservar o ambiente marinho e terrestre.
Neste sentido, projetos de pesquisa vem sendo desenvolvidos, tais como:
levantamento das espécies de aves marinhas terrestres e migratórias;
estudo sobre comportamento e reprodução do GOLFINHO ROTADOR stenella longirostris; ecologia e reprodução dos crustáceos do supra, médio e infra-litoral; pesquisa sobre tubarões.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
casa de praia com piscina pelo whattsapp

localização paraisodobrasil :

https://goo.gl/maps/qX7vpgu7hJw